Rincon Sapiência no CoMa em foto de Thais Mallon

O Festival CoMA, de Brasília, foi criado por produtores do Distrito Federal para fomentar a nova safra da região e estimular o turismo.

Com uma conferência e 50% da sua programação com bandas locais, ele se consolida como um dos principais do país, já em sua segunda edição, que iniciou na sexta (10) e vai até este domingo.

No sábado, a deusa Elza Soares fez um show arrebatador. Rincon Sapiência, Maurício Pereira, Muntchako, ÀTTØØXXÁ e L_cio foram os destaques. Guarde bem o nome da maranhense de Imperatriz radicada em Brasília Thabata Lorena. Ela é incrível e logo estará entre suas novas artistas favoritas.

Público do CoMa, foto de Mídia Ninja

Com dois palcos montados no gramado da Funarte, além de ocupar o Clube de Choro e o Planetário, os shows oferecem um panorama da produção atual do país. Já a conferência, baseada no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, abriga intercâmbios, rodadas de negócios, palestras, debates e workshops que devem incentivar importantes ações sob a perspectiva do turismo criativo.

Linn da Quebrada, Xênia França, Céu, Flora Matos, Chico César e Mundo Livre S/A e Vitor Araújo devem elevar a temperatura no domingo.

A conjunção entre talentos, políticas públicas, investimento e organização tem feito de Brasília um dos lugares mais quentes para música atual. Nosso coração ficou no Cerrado.

* O jornalista viaja a convite do Festival CoMA

Sem mais artigos