Três clipes em 10 dias. Este é o impressionante número alcançado pelo duo She Was a Boy, formado há menos de 10 dias pelos ilustres desconhecidos Gabriel Rodrigues e Marcos Cajueiro.

Além da produção audiovisual, até a próxima segunda (30), eles lançarão o último clipe da banda, da música Calvin Harris (sic), e o EP com três músicas, que estarão disponíveis para download.

Marcos e Gabriel criaram o projeto de nome She Was a Boy

Marcos e Gabriel criaram o projeto de nome She Was a Boy

O nome do grupo vem de um versinho da música Sk8er Boi, da então estreante Avril Lavigne, que diz “He was a boy, she was a girl” – todos sempre cantamos errado. Em 10 dias (repito, 10 dias), os dois garotos compuseram as canções, gravaram, mixaram e fizeram os clipes. Em casa (na casa do Duarte), sem grana e no faça-você-mesmo.

Tinha tudo para dar errado, mas não é que ficou bom? Assista ao primeiro clipe, de Tommy The Cowboy:

https://www.youtube.com/watch?v=esCgdl2FeIQ

“A Beyoncé é uma deusa e deve servir de inspiração em todas as atitudes do nosso dia”, diz Gabriel sobre a tríade videoclíptica, lembrando a época em que a diva lançou muitos vídeos de uma só vez.

O segundo clipe da dupla, da canção The first time I dreamed about her, caiu na net logo na sequência:

E por que fazer tantos clipes? “Como já é sabido, música não é mais legal. O legal hoje são clipes. Quem ouve música hoje em dia? Dinossauros?”, comenta o jocoso vocalista, baixista, faz-tudo.

Para baixar as músicas do EP e ver o terceiro clipe do She Was a Boy, basta ficar de olho na recém-lançada fanpage dos caras. Tudo sai até segunda.

She Was a Boy

She Was a Boy

Sem mais artigos