Courtney Love, viúva de Kurt Cobain, não se cansa de provocar o ex-baterista do Nirvana e atual frontman do Foo Fighters, Dave Grohl – e desta vez ela pegou pesado. Em uma série de postagens via Twitter na última segunda-feira (9), a vocalista e guitarrista do Hole acusou Grohl de flertar com Frances Bean Cobain, a filha dela com Kurt, nascida em 1992.

Segundo Love, um motorista e um companheiro de quarto de Frances teriam contado que Dave “tentou transar” com Frances recentemente, e chegou a “passar a mão” nela durante um passeio de carro. A motivação por trás de tudo isso, de acordo com a cantora, seria uma obsessão sexual reprimida de Dave por Kurt Cobain.

Para Courtney, a semelhança entre Taylor Hawkins, baterista do Foo Fighters, e Kurt Cobain é prova da obsessão de Grohl. Além disso, ele teria batizado sua primeira filha de Violet por causa de uma música do Hole, com o mesmo nome, do álbum Live Through This (1994). Em entrevistas anteriores, Grohl contou que o nome foi escolhido em homenagem à avó materna dele, que também se chamava Violet.

Em um comunicado enviado à imprensa norte-americana, Grohl – casado desde 2003 e pai de duas meninas – evitou criar polêmica, e se ateve a negar as afirmações de Courtney.

“Infelizmente, Courtney está fazendo mais um daqueles discursos cheios de ódio pelo Twitter. Essa novas acusações são perturbadoras, ofensivas e absolutamente mentirosas”, declarou.

Em novembro do ano passado, durante show no festival SWU, Courtney Love acusou o frontman do Foo Fighters de receber indevidamente sobre os direitos autorais do Nirvana. Love então pediu que a plateia entoasse o coro “Foo Fighters são gays”. Em resposta, Dave colou uma bandeira arco-íris na guitarra durante apresentação da banda nos Estados Unidos.

Sem mais artigos