Foo Fighters

Foo Fighters (Crédito: Gabriel Quintão)

Não sei se os corações de vocês estão realmente preparados, mas está chegando a hora: o show do Foo Fighters em São Paulo é amanhã! A banda de Dave Grohl chega à capital paulista para mostrar a turnê do novo álbum, Sonic Highways, e acreditem, eles possuem um dos shows mais empolgantes do rock atual. De quebra, ainda tem Kaiser Chiefs e Raimundos antes. Tudo isso lá no Estádio do Morumbi.

Para ir se preparando, selecionamos dez motivos que mostram o porque esse é daqueles shows f*das, que não dá para perder de jeito algum. Claro que, abaixo há alguns SPOILERS, mas e daí, quem se importa? É o Foo Fighters e o lance é se jogar nesse showzaço. Vê aí:

1 – This Is A Call

Seguinte, a parada é séria: no show da semana passada em Santiago, no Chile, a banda abriu com a música This Is A Call, o primeiro single deles. Vocês conseguem imaginar a emoção?

2 – Setlist irado!

Nessa turnê, os Foos têm tocado cerca de 26 a 27 músicas por show, variando pela animação da galera. E, claro que todos os hits que queremos ouvir estão lá: Learn to Fly, Breakout, Arlandria, The Pretender, My Hero, etc, etc e etc. Dê uma olhada numa parte do setlist deles:

17171000

3 – Quase três horas de duração

Com todo esse tanto de música, o show só poderia ter uma duração que beirasse às 3 horas. Com isso, os Foos entram para a classe dos megashows, ao lado de Paul McCartney e The Cure, que entram no palco e não querem sair mais.

4 – Músicas Novas

Agora é a hora de conferir se as músicas novas, do disco Sonic Highways, como Something From Nothing, Congregation e In The Clear, funcionam ao vivo. Ok, nós sabemos que elas vão arrasar e vai ser demais!

 5 – Dave ‘f*cking’ Grohl

Dave Grohl em si já é motivo para ver um sgow do Foo Fighters. O cara tem carisma; faz piada, brinca com os fãs e envolve a plateia em cada música tocada. É um rockstar, só que meio ‘gente como a gente’, entende? Quem não simpatiza com ele, boa gente não é!

6 – Momento troca-troca

No show também tem aquela hora em que os músicos mostram que sabem se aventurar em outros instrumentos e trocam de posição. O baterista Taylor Hawkins vai para o vocal e Grohl, claro, monta na bateria. SDDS Nirvana style!

7 – Flashmob

Aqui no Brasil a coisa é diferente, né? Rola um carinho especial dos fãs com o artista. Para isso, a página Foo Fighters Brasil do Facebook está promovendo alguns flashmobs durante o show. Tem momento certo para acender as luzes do celular e até para jogar papel picado vermelho para o alto. Quer ficar por dentro? Veja abaixo, porque se funcionar, vai ser bonito!

10919037_829386547123117_6557665753791261082_n 10929082_829386527123119_1250987685430947314_n8 – Voz eterna

Ok, sabemos que Grohl não tem uma voz dos deuses como Morrissey, Bowie ou Sinatra, mas ele tem uma voz poderosa!! Ele canta e grita durante todo o show e ela nunca se esgota. São as cordas vocais mais fortes do mundo.Concordam?

9 – Clássicos além dos clássicos

Nessa tour, os Foos resolveram homenagear seus ídolos e mandam vários clássicos do rock no meio do setlist. Eles já tocaram School’s Out, do Alice Cooper, Ain’t Talkin’ About Love, do Van HalenMiss You, dos Rolling Stones, Stiff Competition, do Cheap TrickUnder Pressure, do Queen, e outras. Em Buenos Aires, na Argentina, eles tocaram Detroit Rock City, do Kiss. Qual vai ser em SP, hein?

10 – Everlong

Para finalizar nossa lista, e terminar o show de forma espetacular, Grohl e banda mandam uma das músicas mais legais de todos os tempos do rock: Everlong! É aquele momento de soltar a cabeleira, pular sem parar, gritar o mais alto que conseguir e não se importar com o mundo por alguns minutos. É o êxtase da noite! E aí, vai perder mesmo?

SERVIÇO

Show: Raimundos, Kaiser Chiefs e Foo Fighters

Quando: 23 de janeiro (sexta), às 18h – portões abrem às 16h.

Onde: Estádio do Morumbi, Praça Roberto Gomes Pedrosa, 1 – Morumbi, São Paulo

Valores: de R$110 a R$640

Ingressos: premier.ticketsforfun.com.br/shows/

Sem mais artigos