Dançarina mostrou conversas com MC Livinho nas redes sociais

Raielli Leon, a dançarina que acusou MC Livinho de racismo e assédio sexual há dois anos e meio, mostrou conversas com o cantor nesta semana, após ele pedir desculpas a ela nas redes sociais pelo acontecimento.

A dançarina expôs a conversa com o cantor em suas redes sociais e agradeceu ao apoio que recebeu das pessoas depois de revelar que denunciou Livinho e que o processo está para ser julgado.

Raielli também acusou o MC de “comprar” a sua advogada e não se importar com a verdade dos fatos, mas apenas com a possível perda da fama que conquistou na música.

A dançarina revelou o caso de assédio e racismo, que teria acontecido durante a gravação de um clipe de Livinho, há quase dois anos e meio. Ela contou que fez boletim de ocorrência à época, mas que não trouxe o caso ao conhecimento público por temer represálias.

Livinho se desculpou nas mensagens expostas por Raielli nas redes sociais, mas acusou a dançarina de tentar se promover. Ela respondeu que se admirava em ver o cantor vir procurá-la depois de muito tempo para se desculpar.

Vogue Britânica edição de Julho 2020

Vogue Britânica coloca profissionais essenciais na capa da edição de Julho Vogue Britânica coloca profissionais essenciais na capa da edição de Julho Vogue Britânica coloca profissionais essenciais na capa da edição de Julho Anisa Omar - assistente de mercado. Está no segundo ano da faculdade de gestão de negócios. A pandemia a fez se sentir um pouco ansiosa, mas em sua visão, colocar-se em risco vale a pena porque está ajudando outras pessoas. "Quando o lockdown foi anunciado, senti que precisa ir e fazer meu trabalho". Créditos: Divulgação/Jamie Hawkesworth

Dançarina que acusou Livinho de assédio e racismo mostra conversas com MC

Sem mais artigos