Tomorrowland Brasil 2016

(Foto: divulgação) Tomorrowland Brasil 2016

Nesta quinta, 21, o Parque Maeda, em Itu, se transformou em uma enorme ilha da fantasia, onde rolou o primeiro dia da segunda edição do Tomorrowland Brasil. Lá, se divertir era lei, e ser você mesmo também. Tinha muita gente fantasiada, vestida de índio, com pouca roupa (fez um calor dus infernus), marombados, e pessoas de várias partes do mundo (Holanda, Argentina, EUA, Chile, Peru, México, Coréia do Sul, Alemanha, etc). Tudo para se jogar no maior festival de eletrônica do país.

Na parte musical, David Guetta, o grande nome do lineup e mestre supremo da EDM (sigla para Electronic Dance Music), foi o ponto alto da noite. Às 23h30, o DJ francês entrou no palco para ganhar e jogou na cara da multidão todos aqueles hits radiofônicos de acadêmia que conhecemos. Teve Shot Me Down (com Skylar Grey), Play Hard (com Ne-Yo e Akon), Dangerous (com Sam Martim), e uma das mais esperadas, Hey Mama (com Nicki Minaj e Afrojack).

Guetta ainda mandou um remix de Work, da Rihanna, e Where Are Ü Now, de Jack Ü com Justin Bieber. Para encerrar, fez uma homenagem a Prince, que infelizmente nos deixou nesta tarde de sábado, e tocou um de seus maiores clássicos, Kiss. Veja o momento emocionante:

Mesmo com nomes fortes no festival, como a dupla sueca Axwell e Ingrosso, quem fez uma das mais prestigiadas apresentações foi o brasileiro Alok, DJ número 1 do Brasil e que está vivendo um dos melhores momentos de sua carreira. Com seus beats, mais conhecidos pelo estilo new design, mixou Enjoy The Silence, do Depeche Mode, Seven Nation Army, do White Stripes e B.Y.O.B., do System of A Down, tornando o show mais pop e cantarolável. O público, que tem a diversão com lema de vida no Maeda, pirou!

Esse é do Brasil-il-il-il!

Alok

(Foto: reprodução/Facebook) Alok no Tomorrowland Brasil 2016

Se liga nessas fotos e veja como está sendo a good vibes do fest. Nesta sexta, 22, e sábado, 23, tem muito mais.

Se joga!

Sem mais artigos