Representantes do rapper canadense Drake negaram, em depoimento ao TMZ, que o rapper tenha se envolvido na confusão que deixou o cantor Chris Brown ferido, na última quarta-feira (13).

Na saída de uma boate em Nova Iorque, os seguranças dos dois cantores começaram uma violenta briga, que incluiu garrafas atiradas para todos os lados e resultou no grave ferimento no queixo de Chris, que você vê acima.

Após a confusão, Chris postou a foto do ferimento no Twitter, junto com uma série de posts direcionados aos comparsas de Drake. Na manhã desta quinta-feira (14), o cantor apagou todas as postagens.

As primeiras notícias reportaram uma suposta briga entre os dois rappers, motivada por Rihanna e “controlada” pelos seguranças dos dois. Mas segundo a assessoria de Drake, o canadense não teve nada a ver com a confusão.

“Drake não teve nada a ver com a confusão de ontem (13) à noite. Ele estava saindo da boate quando as ofensas começaram. Ele não se envolveu em nada que tenha resultado em ferimentos ou danos a ninguém”, diz o comunicado.

De acordo com TMZ, a versão mais recente da história aponta o rapper Meek Mill, amigo de Drake, como responsável pela baderna. Ainda segundo o site, ainda não se sabe o que iniciou a discussão, mas o motivo não teria ligação nenhuma com Rihanna.

Sem mais artigos