O líder sírio Bashar al-Assad é fã de Chris Brown, Leona Lewis, dos patetas do LMFAO, de New Order e até do grupo Right Said Fred, aquele mesmo de I’m Too Sexy, clássico das pistas no início dos anos 1990.

O jornal inglês The Guardian recebeu, de um grupo oposicionista sírio, cerca de 3 mil e-mails supostamente roubados das contas de correio eletrônico de Assad e da mulher dele, Asma.

Entre trocas de mensagens suspeitas com o governo do Irã e comprovantes de diversas compras online, o jornal teve acesso às músicas adquiridas pelo ditador na iTunes Store americana, usando uma conta com nome falso.

Em dezembro do ano passado, Assad comprou faixas como Don’t Talk, Just Kiss, do Right Said Fred, o sucesso Bizarre Love Triangle, do New Order, e We Can’t Go Wrong, do grupo pop The Cover Girls.

No mês seguinte, enquanto os conflitos entre os extremistas xiitas e sunitas se intensificavam no país, Assad aproveitou para comprar Hurt, de Leona Lewis, Look At Me Now, de Chris Brown, e várias faixas da dupla LMFAO, incluindo o hit Sexy and I Know It.

Os recibos da iTunes enviados para o e-mail de Assad também incluem a compra do último filme da saga Harry Potter e a versão digital da biografia de Steve Jobs, ex-presidente da Apple morto no ano passado.

Em um ano, o conflito na Síria deixou 8 mil mortos e 230 mil desabrigados, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU).

Na semana passada, em shows em Belo Horizonte e São Paulo, a banda de apoio do cantor Morrissey usou camisetas vermelhas com a frase Assad is shit [Assad é um m**da, em tradução livre].

Sem mais artigos