Foi difícil, mas Emeli Sandé conseguiu derrubar Adele do topo das paradas britânicas após um reinado absoluto de 20 semanas. Apontada como ‘a nova Amy Winehouse‘, Emeli acaba de lançar no Brasil seu álbum de estreia, Our Version Of Events, em que faz uma mistura poderosa de soul, pop, gospel e R&B. 

Com canções introspectivas e faixas com ritmos dançantes, prontas para tocar nas pistas de dança, a escocesa preenche todos os requisitos para dominar as paradas e ocupar sua vaga na disputada cena de novas cantoras. Coincidência ou não, Emeli Sandé também tem Adele no nome (seu nome de batismo é Adele Emeli Sandé) e já chegou a assinar como Adele Sandé, antes da furacão homônimo surgir. 

Também na onda da chamada new soul music, a Inglaterra nos brinda com mais um grande talento. Aos 22 anos, Lianne Las Havas está buscando um lugar ao sol, e desperta interesse tanto por sua potente voz aveludada, quanto pelo visual sessentista, com camisas de alfaiataria, saias rodadas, coque alto e delineador. 

Is Your Love Big Enough?, seu álbum de estreia, mergulha fundo em um tema recorrente na obra de Winehouse e Adele: o intenso sofrimento feminino relacionado às decepções amorosas. Muita soul music e R&B, um pouco de folk com pitadas de gospel, e a jovem compositora já foi apontada pelo jornal Telegraph como “a mais arrebatadora voz desde Etta James“. 


Enquanto isso, no Brasil novas e talentosas vozes femininas chegam ao grande público. Gaby Amarantos, com seu tecnobrega paraense, disputa espaço com nomes do emergente hip hop, como Karol Konká e Flora Matos. Tanta novidade no universo artístico feminino levou o Virgula Música a listar para você as novas cantoras que estão evidência. Clique na foto acima e navegue por nossa galeria. 

Sem mais artigos