Empresário de Justin Bieber, Scooter Braun fala sobre briga com Taylor Swift

Scooter Braun finalmente falou sobre a briga que vem travando publicamente com Taylor Swift desde 2019, que a motivou a regravar toda a sua discografia. Na ocasião, o empresário de Justin Bieber havia comprado a Big Machine Records, responsável por toda a biografia da cantora. Em seguida, foi proposto um acordo entre Braun e Taylor, em que ela compraria de volta suas músicas por U$300 milhões.

Em entrevista para a revista americana Variety, Braun disse se arrepender de sua atitude e que o deixa triste saber o impacto que isto teve na vida da cantora. “Tudo o que aconteceu foi muito confuso e nada foi baseado em coisas reais. Eu não sei qual é a história que contaram a ela. Eu pedi para nos encontrarmos diversas vezes, mas Taylor sempre recusou”, recorda Scooter.

Além de mostrar seu arrependimento, Scooter rebate a acusação de ter feito bullying com a cantora americana.  “O que mais me abalou foi o uso da palavra ‘bully’. Eu sou firmememnte contra qualquer um sendo vítima de bullying. Eu sempre tento liderar com entendimento e boa vontade. O que me deixou mais orgulhoso foi que todos os artistas empresariados por mim e minha equipe me defenderam”, disse. “Eu ofereci a venda de seu catálogo de volta sob acordo denão divulgação (NDA), mas sua equipe recusou. Tudo isso foi muito triste. Uma comunicação clara é importante e pode levar ao entendimento”, completa o empresário.

Sem mais artigos