O cantor e compositor americano de música country Slim Whitman, conhecido por seu peculiar falsete, faleceu ontem à noite em Jacksonville, na Flórida, de parada cardíaca, informou nesta quarta-feira a imprensa local.

Whitman, também reconhecido por suas românticas e suaves baladas, foi o primeiro cantor e compositor de música country a atuar no Palladium de Londres, em 1956.

Nascido em Tampa, na Flórida, no dia 20 de janeiro de 1923, Whitman alcançou seu primeiro sucesso com uma versão bem-sucedida da canção Love Song of the Waterfall, de Bob Nolan, gravada ainda em 1952.

Dois anos depois, o cantor voltou às paradas americanas com Secret Love, que chegou ao número dois lista, e outras duas canções, embora seu salto real à fama tenha chegado somente com a canção Rose Marie, lançada em 1955.

Esse tema transformou o cantor de country em um grande êxito de vendas, tendo em vista que o mesmo permaneceu por um tempo recorde no topo das listas britânicas, onde é considerado um dos primeiros a popularizar este gênero no Reino Unido.

Guitarrista canhoto e dono de um inconfundível bigode, Whitman começou sua carreira fonográfica depois que o representante de Elvis Presley, o coronel Tom Parker, o escutou cantando em um programa de rádio.

Durante sua longa carreira musical, que abrange quase seis décadas, Whitman gravou mais de 65 álbuns e vendeu milhões de discos, incluindo os quatro milhões de discos de All My Best. No último ano, o cantor interrompeu um hiato de 26 anos ao lançar Twilight on the Trail, seu último álbum de estúdio. 

Estrela da música country americana, Slim Whitman morre aos 90 anos

Sem mais artigos