Carol Hawkins já está cumprindo a sua sentença de sete anos na prisão por ter roubado cerca de 2,8 milhões de euros de Adam Clayton, baixista da banda U2.

Ex-assistente pessoal do baixista do U2 é condenada a sete anos de prisão

Para cobrir parte do furto, Carol colocou à venda seu apartamento de luxo em Nova York.
 
Hawkins já estava furtando o músico desde 2004 e disse que achou que poderia fazer o que quisesse, já que ninguém nunca pediu para que ela parasse.
Adam contratou Hawkins para ajuda-lo em assuntos pessoais como movimentações de suas contas correntes, administração de seus bens e assuntos do lar, mas foi surpreendido ao descobrir que sua fiel assistente havia apostado 434 mil euros em uma corrida de cavalos.



 

 

Sem mais artigos