As polêmicas em torno de trabalho escravo não param. Depois da Zara e das irmãs Kardashian sofrerem acusações, agora o alvo é ninguém menos que Lady Gaga. Segundo informações do site de celebridades TMZ, Jennifer O’Neill, uma ex-assistente da cantora está processando-a por maus tratos.

Jennifer alega que Gaga a tratava como uma verdadeira escrava, sendo obrigada a entregar toalhas quando a cantora saía do banho e ser uma espécie de despertador para que a cantora a não perdesse os compromissos.

A moça pede na ação 380 mil dólares, referentes às 7.168 horas extras que cumpriu durante os 13 meses que trabalhou para a popstar. O processo, no entanto, não é no nome de Lady Gaga, mas sim da Mermaid Touring Company, empresa que produz seus shows.

Um representante da cantora declarou ao jornal New York Post que as acusações são “completamente falsas”.

LEIA MAIS: Lady Gaga, Katy Perry, Madonna e Rihanna são vilãs em HQ do Batman
Desenho de Lady Gaga nua feito por Tony Bennett é leiloado por R$ 55 mil

Sem mais artigos