Amy Winehouse

Amy Winehouse
Amy Winehouse
Amy Winehouse
Amy Winehouse
Amy Winehouse
Amy Winehouse
Amy Winehouse
Amy Winehouse
Amy Winehouse
Amy Winehouse

Blake Fielder-Civil, o ex-marido de Amy Winehouse, se diz “arrependido” por ter motivado a perigosa relação entre a artista e as drogas, informou nesta quarta-feira (27) a imprensa britânica.

O ex da cantora encontrada morta em julho de 2011 em sua casa em Londres, com apenas 27 anos, deu uma entrevista na qual assumiu sua responsabilidade pelo vício de Amy com as drogas. Blake também revelou que a dependência de Amy se agravou após o divórcio de ambos, em 2009.

Fielder-Civil, de 31 anos, alegou que o tempo que os dois consumiram drogas juntos “como viciados” foi muito curto, pois ele era constantemente preso por roubos com armas de fogo durante a relação, que durou aproximadamente sete anos.

“Entre os seis ou sete anos de relação nos quais Amy e eu terminamos e voltamos, usamos drogas durante quatro meses”, disse o ex-companheiro da diva da música soul, com quem se casou no civil em 2006.

Fielder-Civil também contou no programa que ficou sabendo da morte da cantora durante uma de suas passagens pela prisão, quando cumpria uma pena de 32 meses por roubo – que ainda continua em vigor, com serviços comunitários.

“Um dos funcionários da prisão me disse”, contou Blake, que explicou que, quando recebeu a notícia, ficou incrédulo.

O ex de Amy também teve uma relação complicada com as drogas, que colocou sua vida em perigo, como há um ano, quando foi internado por uma overdose de drogas e álcool. 

Ex de Winehouse diz que se arrepende por apresentá-la às drogas

Sem mais artigos