Não basta ir aos shows, os fãs mais malucos de Ivete Sangalo também comparecem a gravações de programas de rádio, TV e internet, entrevistas ou qualquer evento público que a cantora baiana esteja envolvida. Eles também são um “exército” sempre pronto a replicar informações e hashtags que ajudem a espalhar a palavra da cantora baiana.

O Virgula encontrou alguns deles na coletiva de imprensa, na semana passada, concedida para divulgar o CD e DVD Multishow ao Vivo Ivete Sangalo 20 anos (Universal). Apesar de ser uma terça-feira à tarde, cerca de 20 fãs foram até o Sheraton São Paulo WTC, na região da Berrini. Alguns pediam para não serem fotografados para não serem flagrados por chefes, parentes ou professores.

Veja Tempo de Alegria, candidata a hit da Copa

Fã da baiana há sete anos, Elvys Martini dos Santos, 18 anos, diz que Ivete é sua “inspiração”. Ele elogia a proximidade com a diva fora dos palcos e conta que um de seus maiores troféus foi ter tido uma foto curtida pelo perfil oficial de Veveta. “Entrei no Instagram e ela tinha curtido uma foto minha. Nem consegui dormir”, diz.

Veja trailer do DVD

O caso de amor de Bruna do Nascimento, também de 18 anos, com Ivete virou coisa séria após ela ter visto um show em Rio Branco, no Acre, em 2012. Sim, mais uma prova de que o Acre existe, apesar das más línguas.

Bruna conta também que os fãs formam uma espécie de irmandade. Para a gravação do DVD que agora está sendo lançado, ela viajou para Salvador e ficou na casa de uma galera que nem conhecia.
“Vou em programa de TV quando tem em São Paulo, coletivas de imprensa. Entrando ou não, vendo ela ou não”, afirma Ana Santos.

“Desde a banda Eva, ela faz parte da minha vida”, diz a garota, que tem em suas memórias o dia em que a baiana cantou a música Dançando juntinho com a fã, em Piracicaba. Ela diz também que Ivete é sempre carinhosa e atenciosa com os fãs. “É um ídolo que a gente não tem o que reclamar”, resume.

Enquanto os jornalistas esperavam Ivete dar o ar da graça e assistiam ao DVD, antes da coletiva, os fãs se espremiam atrás de uma porta de vidro, com cara de cachorros pidões olhando para um frango assado. Deu certo, no fim todo mundo entrou.

Sem mais artigos