Toca-disco Crosley Cruiser

Divulgação Toca-disco Crosley Cruiser

A rede britânica HMV vendeu uma vitrola por minuto na semana do Natal. De acordo com o jornal The Scotsman, as vendas de toca-discos são reflexo do aumento da procura por vinis. A publicação da Escócia apontou também que 1/3 dos compradores de vinil compram os discos mesmo sem ter onde tocá-los.

Ian Topping, executivo-chefe da HMV atestou o fenômeno: “Em 2015, assistimos ao ressurgimento das vendas de vinil, então a vitrola foi o presente do ano”, constatou. Ele também afirmou que o saco do Papai Noel costuma carregar muitos produtos culturais. “Produtos da área do entretenimento estão na maior parte das listas de presentes de Natal”, ressaltou.

O jornal escocês apontou crescimento de 240% na cadeia de lojas John Lewis nos primeiros quatro meses do ano. Já a Vice indicou que o equipamento de áudio mais vendido pela gigante Amazon foram os toca-discos e lembrou que as vendas de vinil aumentaram 52% na primeira metade de 2015. Risca o prato, DJ!

Sem mais artigos