Se você gosta de música pop, certamente já ouviu alguma história com esses ingredientes. Uma banda inglesa muito jovem, que ainda não lançou um disco, mas que já é febre junto à mídia local. Arctic Monkeys, você lembrou? Libertines, alguém disse? Um novo hype surge no país que melhor abraça o clássico e o novo. Os dândis da vez, na velha ilha, se chamam Palma Violets.

Um típico quarteto de Londres, que tem ”apenas”, em suas mãos, um compacto, sendo que o vinilzinho lançado por eles de nome Best of Friends, de cor violeta ou roxa, como queira, virou o ”tem que ter” do momento entre os indies de todo o planeta. Já o single, Step Up For The Cool, foi liberado recentemente pelo site oficial da banda.

Em termos de álbuns, o grupo só irá debutar no dia 23 de fevereiro, e sob a chancela da Rough Trade. A gravadora é uma verdadeira instituição britânica, e já lançou nomes como The Smiths e o já citado Libertines.

Liberty Ross vestiu a camisa!

Mesmo contendo um roteiro que emula a trajetória de alguns de seus antecessores, como o Oasis (o compacto de Supersonic, alçou o grupo de Manchester à condição de fenômeno do Britpop nos anos 1990), não soa totalmente ”lugar comum” a atmosfera que o Palma Violets oferece a seus (já) muitos fãs.

Talvez aí esteja o segredo do rock inglês. Uma banda que tem o DNA bretão, como é o caso do PV, consegue ter a rebeldia chic que a estilista Vivienne Westwood propagou, e uma leve e agressiva elegância mod, cheia de ironia e acidez. Tudo, é claro, com um toque punk por um lado, e classudo por outro, que não nos deixa esquecer de uma certa origem monárquica. 

Os dois lados de Best Of Friends já viraram hit na internet, e seus clipes compartilhados à exaustão em redes sociais. O lado A, que dá nome ao compacto, ganhou um vídeo que mostra a pegada roqueira do Palma Violets ao vivo. Já o clipe de Last of the Summer Wine, o Lado B, foi gravado no charmoso parque de Hampstead, que fica lá para os lados de Camden Town, e remete a movimentos de Kinks e Beatles.

Mas ali o grupo volta a nos fazer pensar nos Libertines também. A matéria de capa do NME (New Musical Express), que o Palma Violets arrancou do poderoso semanário inglês, mostra a idolatria que cresce inegavelmente em torno da banda. Para o NME, cada um dos “bambinos” confessou qual é seu disco preferido. (Entrou Pixies e até Oscar Peterson na lista!).

Para completar o frisson em torno da banda, a atriz Liberty Ross ”desfilou” pela noite de Los Angeles com a camisa ofical do Palma Violets e a recente aparição no badalado programa de Jools Holland, da BBC, é outro indicador da ascensão colossal da banda. Em 2013, quem segura o Palma Violets?

<object width=”636″ height=”358″><param name=”movie” value=”http://www.youtube.com/v/gGSUl0RbK5Q?hl=en_US&amp;version=3″></param><param name=”allowFullScreen” value=”true”></param><param name=”allowscriptaccess” value=”always”></param><embed src=”http://www.youtube.com/v/gGSUl0RbK5Q?hl=en_US&amp;version=3″ type=”application/x-shockwave-flash” width=”636″ height=”358″ allowscriptaccess=”always” allowfullscreen=”true”></embed></object>

Sem mais artigos