Acreditem ou não, mas o gigantesco festival de Glastonbury, na Inglaterra, proibiu a venda de cocares indígenas, um dos ítens mais usados em festivais ‘hypados’. Uma petição online contra o uso do chapéu nativo americano arrecadou apenas 65 assinaturas e foi o suficente para convencer os organizadores do fest a proibirem a venda. Fala sério, né?

O motivo foi que o traje cerimonial das tribos indigenas, que são sinônimos de guerra, não devem ser tratados como fantasia. Daniel Round, o organizador da petição Change.org, postou uma mensagem no site dizendo que os organizadores do festival entraram em contato com ele para dizer que o ítem seria proibido na edição de 2015. “Apesar de ser apenas um evento na Inglaterra, espero que a notícia da decisão do Glastonbury sirva de exemplo para outras discussões positivas sobre o assunto e abranja para outros lugares”, escreveu Round.

Músicos como Pharrell Williams e Wayne Coyne, do Flaming Lips, pediram desculpas por usar o cocar durante seus shows.

Pois é gente, nem pense em levar sua fantasia de índio para o festival de Glastonbury. Se contentem com os shows, ok!

 

Sem mais artigos