Duo Opala

Divulgação Duo Opala

Filha de Tom Jobim, Maria Luiza Jobim gravou uma música pela primeira vez aos sete anos, quando cantou em Samba de Maria Luiza, em Antônio Brasileiro (1994), álbum do pai e maestro, gênio da música brasileira. Na adolescência, contudo, ela se encantou pela música eletrônica. Aos 23 anos e após ter cursado letras, Maria Luiza deixou a faculdade de arquitetura para seguir a carreira musical. Fez parte da banda Baleia e, em 2013, lançou o primeiro EP do Opala ao lado de Lucas de Paiva.

A dupla explica que o nome não tem nada a ver com o carro e sim a pedra preciosa. Já em relação a cantar em inglês, Maria Luiza afirma: “Nós somos um duo de música eletrônica e o gênero pede que as letras sigam esse caminho. É uma opção estética para nós”, argumenta.

O disco, homônimo, foi gravado no estúdio carioca Rock it!, de Dado Villa-Lobos (Legião Urbana) e Estevão Casé (cantor, produtor e instrumentista) e está disponível para compra na loja virtual iTunes por US$ 5,99 (https://itun.es/br/nmpJdb).

 

Sem mais artigos