Os cachês praticados por algumas das maiores bandas e artistas do mundo foram agora divulgados, por uma fonte anônima da agência Degy Entertainment, que revelou quanto cobram os agentes dos músicos pelas suas atuações, despesas à parte. O valor, segundo a fonte, cobre apenas o pagamento do artista ou banda em questão, não estando incluso despesas com deslocamento e hotel. 

Nomes como Madonna, Bon Jovi, Justin Bieber, Bruce Springsteen, Justin Timberlake e Taylor Swift cobram, por cada concerto, segundo a fonte citada, cerca de 1 milhão de dólares. Britney Spears, Foo Fighters, Green Day, Katy Perry, Faith Hill, The Killers e John Mayer são um pouco mais ‘humildes’ e pedem, por cada espetáculo, metade do valor: cerca de 500 mil dólares. Nomes como Adele, Coldplay e Lady Gaga solicitam, por sua vez, cerca de 750 mil dólares por atuação.

Os Arcade Fire e os Muse levam cerca de 150 mil dólares por concerto; os Arctic Monkeys entre 75 e 100 mil; os Vampire Weekend entre 100 a 200 mil; Lorde entre 150 a 250 mil; os Pearl Jam entre 300 a 500 mil; Pharrell Williams entre 125 a 175 mil; os Queens Of The Stone Age entre 75 a 125 mil; Rihanna entre 500 a 750 mil e Lana Del Rey a cobra (modestos) 75 mil dólares.

Um fã de hip hop que queira um dos nomes mais bombados do gênero para tocar na sua festa de aniversário poderá ter que desembolsar entre 50 mil a 100 mil dólares – quantias cobradas por nomes como Snoop Dogg, Busta Rhymes, Tyler, the Creator, A$AP Rocky, entre outros. Já Kanye West pede entre 400 a 600 mil dólares.

Entre os músicos mais baratos podemos encontrar nomes como Tame Impala, cujos honorários por show não ultrapassam os 10 mil dólares.

Vale lembrar que: estes são preços brutos, sugeridos antes de decorrerem quaisquer negociações. Além disso, não podemos afirmar com extrema certeza o quanto cada um dos nomes citados ganha por uma apresentação, já que os cachês também podem variar de acordo com o evento, porte e tempo de show. Mas vale a curiosidade, não? 

Vela na galeria acima as tabelas completas! 

 

Sem mais artigos