O guitarrista Tony Iommi, do Black Sabbath, foi diagnosticado com linfoma. Em um post oficial na página do grupo no Facebook, a banda se solidarizou com Iommi, e pediu a torcida dos fãs pela melhora do músico.

“Iommi está conversando com médicos para determinar qual é o melhor opção de tratamento. O Iron Man do rock n’ roll segue otimista e determinado a se recuperar”, diz o comunicado divulgado nesta segunda-feira (9), que também revela que a doença, um tipo de câncer que atinge o sistema imunológico, foi descoberta ainda nos estágios iniciais.

Em novembro passado, o Black Sabbath anunciou a reunião de sua formação clássica, com o vocalista Ozzy Osbourne, o baixista Geezer Butler e o baterista Bill Ward.

A banda está gravando o primeiro álbum de inéditas com Ozzy desde 1979, que será produzido por Rick Rubin (Metallica, U2, Red Hot Chili Peppers), e deverá sair em turnê mundial.

Essa não é a primeira vez que um integrante do Sabbath enfrenta o câncer. Em 2009, o vocalista Ronnie James Dio morreu após meses de luta contra a doença. Dio substituiu Ozzy por alguns anos, e voltou a trabalhar com Iommi e Butler em 2008, no projeto Heaven & Hell.

LEIA MAIS: Metallica quer novo disco similar ao ‘Black Album’, mas ainda mais pesado

Guitarrista do Black Sabbath é diagnosticado com linfoma

Sem mais artigos