10403209_10152545976519174_5561099616186828092_n

Reprodução Facebook

Quem pegou aquela fase alternativa dos anos noventa sabe o quanto o Spoon foi importante para o fortalecimento da cena. Mesmo ‘pequenos’ em relação ao mainstream, essa grande banda texana mostrou que sim, é possível sobreviver no independente. Agora, com quase 20 anos de carreira, eles se preparam para voltar ao Brasil e se apresentam na terceira edição do Popload Festival, que rola dias 16 e 17 no Audio Club, em São Paulo. O grupo também faz um show solo no Beco 203, no dia 18 (mais infos abaixo).

Em conversa por telefone com o Virgula, o batera Jim Eno se mostrou empolgadíssimo em voltar ao nosso país: “Vai ser muito bom estar aí novamente. O que posso adiantar é que faremos shows do bom show rock n’ roll!!”.

Para quem não lembra, o Spoon foi uma das atrações da edição de 2008 do extinto Planeta Terra Festival. “Me recordo que o palco em que tocamos no festival era num lugar tipo um galpão, como se fosse uma fábrica abandonada, e acho que deu um clima pra gente e pros fãs. Ficamos bastante impressionados do jeito que fomos recebidos pelas pessoas, tanto que desde aquela época planejamos em voltar ao Brasil”, conta Jim.

1620753_10152769011669174_793310208400284428_n

Reprodução Facebook

Vitoriosos no underground, o Spoon nunca precisou do apoio de uma major para manter sua obra viva. Eles largaram a gravadora Elektra e foram se aventurar nos selos independentes mais importantes da década de 1990. “Passamos por algumas das maiores ‘gravadoras independentes’. Nosso primeiro disco, Telephono, foi lançado pela Matador Records, e alguns outros pela Merge Records. De lá pra cá muitas coisas aconteceram e agora decidimos tentar com o selo Loma Vista, que lançou nosso mais recente álbum, They Want My Soul, em 2014.”, explicou o batera.

Mas, para ele a integridade do som continua a mesma e não mudou com as trocas de gravadoras: “Sempre tivemos muitas influências diversas, mas soamos como sempre fomos, buscando inspirações em bandas antigas como The Clash, Talking Heads e as coisas todas do hip hop.”

Sobre a passagem no Brasil, Jim comenta: “Espero ter mais tempo livre do que da última vez. Quero sair na rua e andar por aí. Já me falaram que São Paulo tem muitos restaurantes ótimos. Talvez eu escolha alguns e entre para experimentar. Também espero conhecer mais sobre música brasileira”.

Além do Spoon, no Popload Festival se apresentam os escoceses fofos do Belle & Sebastian, o ícone punk Iggy Pop, o rapper brasileiro Emicida e mais uma galera firmeza. Veja abaixo o lineup completo.

12003252_10153555945324174_2608603563141022773_n

SERVIÇO

Popload Festival com Spoon, Iggy Pop, Belle & Sebastian, Todd Terje e mais

Local: Audio Club (Av. Francisco Matarazzo, 694 – Água Branca – São Paulo/SP)

Data: dias 16 e 17 de outubro (sexta e sábado), a partir das 18h

Ingresso: de R$240,00 a R$480,00 por dia. Com opção de meia entrada.

Venda online: http://www.audiosp.com.br/

Ponto de venda: Loja Japonique – Rua Girassol, 175 – Vila Madalena / Vendas em cartão e dinheiro de segunda a sexta, das 10h às 19h.

12107874_10153607265409174_6594452951816926972_n

SERVIÇO

Spoon + Holly Ghost! (DJ Set)

Local: Beco 203 (Rua Augusta, 609 – Consolação – São Paulo/SP).

Data: 18 de outubro (domingo).

Horários: portas: 18h; horário Spoon: 20h00; horário Holy Ghost! DJ Set: 22h00.

Classificação etária: 18 anos

Ingresso: R$100,00 (meia) e R$ 200,00 (inteira)

Venda online: www.sympla.com.br/poploadgig

Ícones alternativos, Spoon toca no Popload Festival e avisa: "Será um show do bom rock n' roll"

Sem mais artigos