Ex-baterista do The Police, Stewart Copeland, está processando Ray Manzarek e Robby Krieger, do The Doors.

O baterista Copeland havia sido chamado para tocar e gravar no grupo, que foi rebatizado de Doors of the 21st Century, mas, depois de alguns shows, se machucou e teve de se afastar. Qual não foi sua surpresa quando melhorou e descobriu que a banda não o queria de volta, pois ele já haviam contratado Ty Dennis. O ex-Police quer US$ 1 milhão de indenização por quebra de compromisso.

Esse não é o único processo respondido por Manzarek e Krieger. O baterista original da banda, John Densmore, que hoje toca jazz, não quer que o nome e nem o logotipo original do The Doors sejam usados nessa nova formação e resolveu brigar na justiça.

Sem mais artigos