A Justiça brasileira condenou o baterista do U2, Larry Mullen Jr a pagar aproximadamente US$ 800 mil de indenização ao empresário Franco Bruni.

De acordo com o site Spinner, o músico havia acusado o empresário de não ter pagado o cachê do U2 pelos três shows feitos no país em janeiro de 1998.

A sentença foi dada após Bruni comprovar com documentos, como notas fiscais e outros comprovantes, que as declarações eram falsas e que ele pagou a banda devidamente.

Sem mais artigos