Os escoceses do Franz Ferdinand subiram ao palco Butantã do Lollapalooza Brasil neste sábado (30) para fazer o que sabem melhor: botar o povo pra dançar. Alex Kapranos (vocais e guitarra), Bob Hardy (baixo), Nick McCarthy (guitarra e teclados) e Paul Thomson (bateria) apresentaram um repertório que mesclou composições ‘inéditas’ e sucessos da carreira da banda.

“Oi, todo mundo! Oi, Brasil! Oi, São Paulo!”, perguntou em português o guitarrista Nick McCarthy. O grupo abriu o show com a conhecida No You Girls, enquanto o vocalista aplicava uma boa dose de animação no público. Apesar da vontade, a banda foi prejudicada pelo volume baixo do som e o áudio que vazava da tenda eletrônica. 

O problema não foi suficiente para derrubar a energia dos fãs. O show prosseguiu animado e Kapranos anunciou mais uma conhecida dos fãs, The dark of the matinée. Contornando os transtornos, o Franz Ferdinand não deixou de mostrar canções como Bullet e The Blackpool Illuminati, ambas devem ser incluídas no próximo disco do grupo, ainda sem nome ou data certa de lançamento.


Apesar de uma apresentação recente em São Paulo – a banda tocou no festival Cultura Inglesa, em maio de 2012, quando também sofreu com problemas técnicos – apesar de essa ser a sexta passagem do Franz pelo país, e apesar dos escoceses não lançarem um álbum de inéditas desde 2009, a sinergia dos músicos com o público brasileiro é sempre de arrepiar. A empatia é tamanha que mesmo a má qualidade do som não fez com que os fãs deixassem de dançar. 



Antes de deixar o palco, a banda mostrou o já tradicional momento Outsiders, em que todos se juntam ao baterista para uma exibição percussiva. Para finalizar, a escolhida foi o hit This Fire, que deixou o público satisfeito e pronto para os shows do Queens of the Stone Age e Black Keys

Sem mais artigos