Atração mais esperada do primeiro dia de Lollapalooza, a banda The Killers encerrou a noite desta sexta-feira (29) com um show lotado de hits, público empolgado e muita lama. Ao som de Mr. Brightsideo grupo liderado pelo vocalista Brandon Flowers subiu ao palco e foi brindado pela receptividade da plateia, que cantou a letra do começo ao fim. 


“Boa noite, São Paulo. Nós somos The Killers e essa noite somos de vocês”, disse o cobiçado cantor, em português, arrancando gritos histéricos das mulheres presentes no evento que acontece no Jockey Club de São Paulo. Em sua terceira passagem pelo Brasil, o grupo norte-americano mesclou o repertório da apresentação com canções de seus quatro disco de estúdio: Hot Fuss (2004), Sam’s Town (2006), Day & Age (2008) e Battle Born (2012). 

“É sexta-feira à noite e estamos juntos no Lollapalooza. Vocês trouxeram seus sapatos de dança?”, disse o vocalista antes de introduzir From Here on Out. O ponto alto do show ficou por conta das conhecidas Somebody Told Me, que deixou os fãs enlouquecidos, a romântica A Dustland Fairytale e All These Things That I’ve Done, acompanhada em uníssono pela plateia. 

Nem mesmo a chuva que castigou o público conseguiu desandar a apresentação do The Killers, que mais uma vez provou ter a receita exata para grandes shows: palmas ritmadas, fogos de artifício, muitos coros, refrões simples, e uma atuação sempre cuidadosa liderada pelo frontman galã. 

“Obrigado. Essa é a última canção e vamos tocar o mais forte possível”, afirmou Flowers, antes de encerrar o show com o hit When You Were Young, que mais uma vez fez o público cantar e dançar como se não houvesse amanhã. Após aproximadamente 90 minutos de duração, a banda mostrou que sabe mesmo fazer um apresentação para grandes multidões ao melhor estilo ‘rock de arena’.  

Sem mais artigos