Alguns músicos brasileiros estão se pronunciado sobre os protestos que têm se espalhado por todo o país. A cantora Marisa Monte afirmou que “está ao lado da juventude brasileira” e publicou a foto de um cartaz com palavras de ordem em seu Facebook. A carioca acrescentou ao seu manifesto a tag “não à violência”.

O rapper Gabriel, o Pensador ironizou as afirmações que classificam os manifestantes como vândalos: “Meu Deus, não sabia que o Rio tinha tantos ‘vândalos’!”. O cantor também compartilhou uma foto que mostra milhares de pessoas protestando contra o aumento da passagem de ônibus na Avenida Rio Branco, centro do Rio de Janeiro. 

Caetano Veloso publicou um texto em seu blogue oficial sobre o caráter ‘social’ das manifestações. “Que tenha sido em reação ao aumento da tarifa dos ônibus que esse crescimento se mostrou evidente, só confirma minha percepção de que se trata de algo genuíno, uma expressão de insatisfação da população com um quadro público que demonstra cansaço “, defende. “É toda uma conjuntura que precisa ouvir dos cidadãos que não há mais aceitação passiva do que quer que seja”. 

O cantor carioca Cícero, considerado uma das revelações da MPB-indie com o álbum Canções de Apartamento, também contribuiu com sua opinião sobre o movimento que tomou as ruas do país. “Sou um carioca e tenho mãe, tenho irmã, tenho família. Todos pegam ônibus, assim como eu. Todos acham que o Rio de Janeiro está uma porcaria há muito tempo, assim como eu.  Todos nos sentimos cada dia mais expulsos dessa cidade. Nos últimos meses tenho cada vez mais pensado em ir embora daqui . Pra outro lugar. E não só por causa dos ônibus”, escreveu em seu Facebook. 

“Sou profundamente desrespeitado em tudo que diz respeito ao Estado aqui: Serviços públicos, saúde, transporte, educação. Entendo, apoio e me comovo muito com a vontade legítima das pessoas de mudar um país tão ruim com seu povo como o Brasil.  Mas tomemos cuidado com a barbárie. Ela é uma sombra que nos segue em nossos motivos. Somos animais suscetíveis ao ódio . Desde sempre me senti ofendido com a copa do mundo, jogos olímpicos e todas essas coisas”, finalizou. 

Sem mais artigos