A dominicana Martha Heredia, ganhadora em 2009 do concurso Latin American Idol foi presa nesta quinta-feira (21) com 1,2 quilos de heroína quando iria viajar para Nova York e pode ser condenada a até 20 anos de prisão, disse hoje o procurador-geral da República Dominicana, Francisco Domínguez Brito.

Heredia, de 22 anos, foi detida ontem à noite no Aeroporto Internacional Cibao quando tentava embarcar em um voo para Nova York. De acordo com a Direção Nacional de Controle de Drogas (DNCD), a cantora levava a droga escondida nos saltos de três pares de sapatos que carregava em sua bagagem.

A DNCD informou que Heredia foi submetida hoje a exames radiográficos para determinar se ela ingeriu cápsulas da droga, prática comum no tráfico internacional de entorpecentes. Também está sendo investigado se Heredia “recebia pagamento em dólares para levar a droga” aos Estados Unidos.

Heredia foi detida “a partir do perfil suspeito que apresentou” por agentes que “não sabiam que se tratava da cantora”, acrescentou a agência antidrogas. O procurador-geral do país disse que a cantora poderia pegar uma pena de 10 a 20 anos de prisão.

Domínguez Brito afirmou em comunicado que “é muito triste o fato de que jovens com tanto futuro, a quem a vida abençoou com um talento inquestionável, por ambição, más companhias ou simplesmente por obter dinheiro enfrentem situações como esta”.

A cantora venceu na Argentina o concurso Latin American Idol, que a tornou famosa em seu país. No entanto, vários meses depois a carreira da artista estagnou.

<object width=”636″ height=”358″><param name=”movie” value=”http://www.youtube.com/v/zrGkv1_0tnM?version=3&amp;hl=en_US”></param><param name=”allowFullScreen” value=”true”></param><param name=”allowscriptaccess” value=”always”></param><embed src=”http://www.youtube.com/v/zrGkv1_0tnM?version=3&amp;hl=en_US” type=”application/x-shockwave-flash” width=”636″ height=”358″ allowscriptaccess=”always” allowfullscreen=”true”></embed></object>

Sem mais artigos