Nem todo mundo sabe, mas durante seus 45 anos de carreira, o cantor e compositor Martinho da Vila também se dedicou à literatura. Na última terça-feira (30), ele lançou seu 12o livro, “O Nascimento do Samba”, com uma animada roda de pagode na Zona Norte do Rio de Janeiro.

 

Após “Vamos brincar de política” e “Vermelho 17”, esta é a terceira obra de Martinho destinada ao público infanto-juvenil. O livro conta a história do samba de maneira descontraída e didática através de um bate-papo  entre pais e filhos.

Aos 75 anos, Martinho da Vila está mais ativo do que nunca. Além do “Nascimento do Samba” (ZFM Editorial, 44 págs., R$ 25), o músico escreveu o samba-enredo da escola campeã do Carnaval carioca de 2013, Unidos de Vila Isabel. “A Vila canta o Brasil, celeiro do mundo”, foi escrita em parceria com Arlindo Cruz, André Diniz, Tunico da Vila e Leonel.

 

Sem mais artigos