O músico britânico Kevin Ayers, um dos membros fundadores do grupo de rock psicodélico Soft Machine, morreu aos 69 anos, confirmou nesta quarta-feira (20) sua gravadora ao canal BBC.

Ayers morreu enquanto dormia em sua casa de Montolieu (sul da França), onde morou durante os últimos anos, segundo indicou ao canal público britânico Bernard MacMahon, o diretor de sua última gravadora no Reino Unido, Lo-Max Records.

MacMahon, que não revelou a causa da morte, ressaltou que Ayers, que também viveu durante anos em Ibiza (Espanha), onde conviveu com problemas de dependência à heroína, “foi a personificação desse ideal dos anos 1960 de criatividade, liberdade de expressão e amor livre”.

O compositor britânico foi uma das figuras mais influentes dentro da música psicodélica deste país e seu grupo, Soft Machine, que tomou o nome de um romance de William Burroughs após obter a permissão do escritor, teve uma grande relevância no final dos 60.

Natural de Kent (sul de Londres), após deixar o Soft Machine em 1968, Ayers trabalhou com artistas de renome como Mike Oldfield e Brian Eno e lançou 17 álbuns solo, o mais recente The Unfairground, de 2007.

<object width=”636″ height=”358″><param name=”movie” value=”http://www.youtube.com/v/6UE-yhNPHYs?hl=en_US&amp;version=3″></param><param name=”allowFullScreen” value=”true”></param><param name=”allowscriptaccess” value=”always”></param><embed src=”http://www.youtube.com/v/6UE-yhNPHYs?hl=en_US&amp;version=3″ type=”application/x-shockwave-flash” width=”636″ height=”358″ allowscriptaccess=”always” allowfullscreen=”true”></embed></object>

Sem mais artigos