Morrissey, ex-vocalista do The Smiths, nunca foi fã da monarquia inglesa, e com o aniversário de 60 anos do reinado de Elizabeth II se aproximando, o cantor não perdeu a oportunidade de alfinetar a monarca.

Em comunicado publicado no domingo (03), no site oficial do cantor, Morrissey lamentou as grandiosas comemoração do Jubileu de Diamante da Rainha, que começaram no último sábado (02).

“Esta semana o Jubileu de Diamante da Rainha nos dá uma nova lição da força da tirania, e uma expressão de ódio e repulsa aos pobres ingleses – e tudo feito, naturalmente, com dinheiro público”, desabafou.

Morrissey chegou a comparar a monarquia britânica às ditaduras do Oriente Médio, motivos de intensos conflitos nas últimas décadas, e intensificados recentemente.

“Enquanto ditaduras no Oriente Médio são gentilmente condenadas pelo governo inglês, ninguém fala nada sobre o extremismo usado pela ‘realeza’ britânica, que continuam sendo as pessoas mais bem pagas e mais inúteis do planeta”, escreveu.

“Sem fazer nada para merecer nosso respeito, eles querem tudo de volta”, concluiu o vocalista, que também alfinetou a monarquia durante seus shows no Brasil, em março deste ano.

A turnê brasileira de Morrissey coincidiu com uma visita formal do príncipe Harry, terceiro na linha de sucessão do trono, ao país.

Na ocasião, Morrissey disparou: “Ele veio pegar o dinheiro de vocês. Por favor, não dêem”.

Sem mais artigos