Um documentário que estreia na semana que vem no Reino Unido afirma que a segunda mulher do compositor Johann Sebastian Bach, Anna Madgalena, escreveu parte de algumas das melhores obras do músico, publicou nesta segunda-feira o tabloide britânico Daily Mail.

O filme, intitulado Written by Mrs. Bach, é baseado em um estudo escrito em 2011 pelo professor da Universidade Charles Darwin da Austrália, Martin Jarvis,.

No documentário, o professor detalha as análises da tinta e o estilo de escrita que foram aplicados na pesquisa, que chegou à conclusão que o envolvimento de Anna Magdalena no trabalho e nas composições de Bach foi superior ao que se estimava até agora.

Jarvis assinala que Anna Magdalena escreveu a ária de “Variações Goldberg” e o primeiro prelúdio de “O clavicórdio bem temperado: Livro I”.

Além disso, a pesquisa refuta o fato de que Anna Magdalena se limitou a transcrever as obras do último período de Bach, já que mediante uma análise da letra é possível perceber que a escrita carece da “calma” e do “peso” de um mero ditado ou cópia.

Essa seria a evidência de que Anna Magdalena foi a principal compositora de algumas das obras mais famosas de Bach.

Anna Magdalena, soprano alemã, se casou com Bach em 1721.

Sem mais artigos