Amy Winehouse morta aos 27; veja músicos que se foram precocemente

Em 8 de abril de 1994, o corpo de <b>Kurt Cobain</b> foi encontrado em sua casa, em Lake Washington, por um eletricista que tinha chegado para instalar um sistema de segurança. O ídolo da geração grunge e vocalista da banda <b> Nirvana</b>, cometeu suicídio, aos 27 anos, com um tiro na cabeça. Uma autópsia revelou uma alta concentração de heroína e vestígios de Valium em seu sangue.

As músicas que Amy Winehouse gravou para seu novo álbum de estúdio, sucessor de Back To Black lançado em 2006, falavam sobre divorcio e amor. A cantora, que foi encontrada morta em sua casa em Londres no dia 23 de julho, havia se separado de Blake Fielder-Civil em 2009.

LEIA MAIS: Amy Winehouse lidera vendas de álbuns no Reino Unido

Amy Winehouse deixou trilhas para novo filme de James Bond, diz site

Um porta-voz da família de Amy revelou que “ela sempre carregava um caderno e escrevia letras e ideias. As pessoas que ouviram as novas faixas dizem que elas são muito, muito boas e mais autobiográficas do que nunca. As letras relatam o maior transtorno emocional da cantora, quando Blake foi para a prisão e o divórcio que aconteceu em seguida”.

As faixas inéditas de Amy serão lançadas em 2012, segundo o site TMZ. A renda obtida com as vendas será revertida para a fundação Amy Winehouse, instituição de caridade que seu pai, Mitch Winehouse, planeja criar para ajudar pessoas viciadas em álcool e drogas.

O pai da cantora se reuniu com autoridades nesta segunda-feira (1º) para discutir o projeto de um centro de reabilitação para jovens. Após o encontro, Mitch disse que precisa se “manter ocupado” e se envolver em coisas que seriam importantes para sua filha. “É por isso que vamos criar a Fundação Amy Winehouse”, disse. “Não é importante apenas para mim. É importante para todo o país”, finalizou.


Músicas inéditas de Amy Winehouse são sobre divórcio, revela porta-voz

Sem mais artigos