MV Bill relembrou apresentação no Faustão em 2004

Um dos maiores nomes do hip hop nacional, MV Bill relembrou a apresentação polêmica no Domingão do Faustão há 16 anos, em entrevista ao repórter Guilherme Lucio da Rocha, do UOL.

À época, Bill se apresentou no programa de maior audiência da casa em 2004, quase três anos depois de muitas negociações após recusar um convite feito em 2001.

A participação do rapper no programa de Fausto Silva foi icônica. Bill separou duas músicas do repertório para cantar. Uma delas era “Só Deus Pode Me Julgar”, que tem uma declaração forte contra a própria TV Globo na letra. A canção tem quase sete minutos.

“Pra quê?/ Por quê?/ Só tem paquita loira/ Aqui não em preta como apresentadora/ Novela de escravo, a emissora gosta/ Mostra os pretos chibatados pelas costas”.

Ao cantar o trecho, Bill gerou desconforto na produção e até mesmo no apresentador Faustão, que tentou contornar a situação à época, com bom humor.

“Eu tinha a chance de cantar duas músicas na maior vitrine do Brasil! Eu escolhi essa porque falava sobre tudo, mandava o papo reto”, disse Bill sobre o episódio.

“Eu enviei para a produção do programa, não foi surpresa para ninguém. A música tem sete minutos, mas acho que só ouviram uns três (risos)”.

Bill afirmou que o episódio não gerou um mal estar com ele sobre voltar mais vezes à Globo. O rapper contou que na época, toda a produção se preocupava muito com a audiência, e isso ele deu.

Sem mais artigos