Chaz Bono, transexual e filho de uma das cantoras mais amadas pelos gays, falou sobre a reação de Cher quando ele a informaou sobre a decisão de fazer uma cirurgia para trocar de sexo. “Mesmo ela sendo um ícone dos gays, ela não ficou feliz quando me revelei lésbica. Sabia que seria ruim”, disse o empresário em uma sincera entrevista ao jornal The Sun

Fruto da relação entre Cher e Sonny Bono, Chaz falou sobre o documentário Being Chaz, que relata detalhes de sua tranformação sexual e os dramas que enfrentou. “Com cinco anos eu achava que era um menino e na época eu não fazia ideia que as pessoas poderiam mudar de sexo. Quando fui ficando mais velho, cometi o grande erro de achar que era lésbica. Mesmo minha mãe sendo um ícone dos gays, não ficou feliz quando me contei”, relembra.

Porém em 2009, o jovem que nasceu Chastity, contou para a família que iria realizar uma cirurgia para trocar de sexo. “Levou muito tempo, até o começo dos meus 30 anos, até eu entender o que era ser transexual. Depois eu levei quase 10 anos para tomar coragem para fazer a cirurgia, porque eu era filho da Cher. Todos saberiam sobre isso.” 

“Há três anos eu tirei meus seios. Tomava doses diárias de testosterona. Para começar a transformações, ocorriam mudanças no meu corpo todos os dias. Minha pele, os pêlos do meu corpo. Esperei boa parte da minha vida para ter pêlos, e agora eu os tenho até nas costas.”

“Tem sido difícil para a minha mãe, mas a respeito. Isso não deve ser algo muito fácil para os pais. É um processo de luto por um filho que se perdeu, e o ajuste com aquele que está tomando seu lugar. Levou muito tempo. Minha mãe adora coisas de menininha, e por estas questões sempre foi muito difícil, já que eu nunca gostei. Com o tempo, acredito que ela fique mais confortável comigo como Chaz”, finalizou. 

Sem mais artigos