Os Raimundos interromperam um show que faziam em Jaraguá do Sul, Santa Catarina, na última sexta-feira (02), para defender um casal de homossexuais que foram colocados para fora da boate onde acontecia o evento por terem trocado beijos na plateia.

Ao ser avisado sobre a confusão, o vocalista e guitarrista Digão disse, que, só continuaria a apresentação, quando o casal voltasse para o show. “Estamos na era do amor, não da agressão”, afirmou. O caso repercutiu muito nas redes sociais. Alguns apoiam a decisão da banda, outros criticam duramente a posição dos Raimundos.

Veja aqui o vídeo:

“Nós não toleramos esse tipo de preconceitos nos nossos shows. não vamos tolerar homofobia nos nossos shows”, afirmou Digão em entrevista ao Virgula Música. “Duas meninas avisaram o Canisso sobre o que tinha acontecido. Até agora, eu não sei dizer se foi o público ou se foram os seguranças que botaram os meninos para fora, mas isso não importa. O que importa é que os Raimundos lutam contra qualquer tipo de preconceito”, continuou.

Assim que o casal voltou ao show, foram levados diretamente ao palco. Na sequência, trocaram um beijo. “Eu não sei direito o que aconteceu. Quando vi, os caras estavam lá no palco se beijando. Deixamos rolar. Quero deixar claro que não estamos levantando uma bandeira. A bandeira dos Raimundos é contra qualquer tipo de preconceito, seja de classe social, cor, cerdo ou orientação sexual”, explicou Digão.

Para o músico, os fãs que criticaram a atitude na internet não passam de “viuvinhas”. “A frase que mais ouvi foi: ‘na época do Rodolfo, isso não aconteceria. Lá na década de 90, vocês não eram assim’. A verdade é que não vivemos de passado. Estamos em 2014 e muita coisa mudou. Nós amadurecemos. Somos contra qualquer tipo de violência e preconceito”, finalizou. 

Sem mais artigos