Mariah Carey disse durante uma entrevista à Barbara Walters, do programa The View, da emissora norte-americana ABC, que foi ao ar na manhã desta quinta-feira (4), que várias pessoas ouviram sua colega Nicki Minaj ameaça-la de morte durante as gravações do American Idol
 

“Foi uma enorme falta de respeito. Ela me disse: ‘se eu tivesse uma arma, atiraria em você agora’. Isso não se faz”, disse a cantora durante a entrevista. “Não estou me sentindo bem emocionalmente, mas vou continuar no programa. Além disso, reforcei minha equipe de segurança particular.” 
 

Carey explicou que a confusão aconteceu após ela discordar da opinição de Minaj em relação a um concorrente durante uma audição do reality show. A norte-americana também afirmou que uma reunião entre os produtores da atração foi realizada na quarta-feira (3), para decidir o futuro do programa. 
 

“Quando a reunião acabou, Nicki me disse: ‘eu amo você, mas podemos brigar mais uma vez!’. Eu respondi que nunca mais vamos brigar”, contou. “Vou continuar no programa. Entramos em um acordo, somos profissionais e esse é o nosso trabalho”, finalizou. 
 

Entenda o caso: 
 

Nicki Minaj  e Mariah Carey já trocavam farpas muito antes de aceitar o convite para participar do programa American Idol, do qual são juradas. Nem mesmo as gravações começaram e o clima já esquentou entre as cantoras. 
 

Em um vídeo divulgado pelo site TMZ, Minaj aparece muito alterada e brigando com a colega. “Não diga que sou uma gangster. Toda vez que você vier querer mandar em mim, eu vou deixar. Se você tem algum problema, lide com isso”, diz a rapper aos berros.
 

“Eu disse a eles que não vou aguentar essa essa coisa de ter uma alteza sentada ali”, disse para Mariah.”Não vou ficar sentada aqui para que você venha me irritar a cada minuto”. Enquanto Nicki solta o verbo pra cima de Carey, o jurado Randy Jackson tentava segurar os ânimos. “Meninas acalmem-se”, tenta amenizar. 
 



Sem mais artigos