O cantor inglês Noel Gallagher, do Oasis, declarou que não irá se unir ao outros músicos na campanha contra a guerra.

Em entrevista ao jornal de Berlim Der Tagesspiegel, Gallagher não fez rodeios e disse que “protestos são uma perda de tempo e, se a guerra tiver que acontecer, não serão as músicas que vão impedir.”

Não satisfeito, Noel ainda criticou o primeiro-ministro britânico Tony Blair e a atitude adotada por esse povo, “os britânicos me irritam. Reclamam do tempo, dos franceses, alemães. Reclamam do cricket, futebol – eles deveriam simplesmente calar a boca”.

Sem mais artigos