Noel Rosa, Tom Jobim e Vinicius de Moraes

Se tudo acaba em samba, não haveria de ser diferente com a música popular brasileira. A cada ano, nomes com0 Noel Rosa, Tom Jobim e Vinicius de Moraes são lembrados nas avenidas do Rio e São Paulo. Quem se junta à turma esse ano é Elis Regina, homenageada da Vai-Vai, que sai no sábado (14).

A lista ainda traz a mancada da Mangueira com Cartola no ano de seu centenário, em 2008, e as homenagens ao gênio Ary Barroso e à madrinha do samba, Beth Carvalho. 

Músicos homenageados por escolas de samba

Em 2010, no centenário de nascimento de Noel Rosa, a Unidos de Vila Isabel fez um desfile em homenagem ao mito | Créditos: Divulgação
Aqui com a famosa gaitinha que tocava para seus ouvintes no rádio, Ary Barroso já foi chamado de "o mais brasileiro dos brasileiros". Em 1988, ele inspirou o enredo Aquarilha do Brasil, da União da Ilha. O samba tem como refrão: "A gaitinha tocando... é gol/ A galera vibrando... Mengo! | Créditos: Divulgação
O maestro soberano foi o homenageado da Mangueira buscar em 1992, com o enredo Se Todos Fossem Iguais a Você | Créditos: Reprodução/Facebook
Vinícius de Morae | Créditos: Reprodução/Facebook
Angenor de Oliveira, o Cartola, foi esquecido pela escola que ajudou a fundar, a Mangueira, no ano do centenário do lendário sambista, em 2008. Mas ele foi homenageado pela Paraíso do Tuiuti e a escola subiu para o grupo de Acesso A. | Créditos: Divulgação
Vinícius | Créditos: Reprodução/Facebook
O enredo Aquarilha do Brasil, da União da Ilha, em 1988, era um trocadilho entre seu maior sucesso e nome da escola União da Ilha do Governador. | Créditos: Reprodução/Facebook
Antonio Carlos Brasileiro de Almeida Jobim era brasileiro até no nome e mangueirense. A verde e rosa o exaltou em 1992 | Créditos: Reprodução/Facebook
Vinicius | Créditos: Reprodução/Facebook
No ano em que homenageou Tom Jobim, em 1992, a Mangueira ficou em sexto lugar | Créditos: Reprodução/Facebook
No sábado (14), a Vai-Vai levará ao Sambódromo do Anhembi sua homenagem a Elis Regina | Créditos: Reprodução/Facebook
Simplesmente Elis: A fábula de Uma Voz Transversal é o nome do enredo da Vai-Vai | Créditos: Reprodução/Facebook
O samba da União da Ilha fazia referências a sucessos do autor de Tabuleiro da Baiana, Os Quindins de Yayá e Boneca de Piche | Créditos: Reprodução/Facebook
Beth Carvalho foi homenageada pela Acadêmicos do Tatuapé em 2013 | Créditos: Reprodução/Facebook
O enredo “Beth Carvalho, a madrinha do samba” levou a Acadêmicos do Tatuapé de volta à elite de São Paulo | Créditos: Reprodução/Facebook
| Créditos: Reprodução/Facebook
"Eu conheço esse bumbo/ esse bumbo é da Mangueira". Tom Jobim já havia cantado a pela Estação Primeira em verso e prosa e Mangueira foi lembrado em 1992 | Créditos: Reprodução/Facebook
A homenagem a Elis, que a Vai-Vai levará ao Anhembi, terá a filha da Pimentinha Maria Rita no último carro alegórico | Créditos: Reprodução/Facebook
A Vai-Vai aposta em Elis Regina para fazer bonito no Carnaval de São Paulo | Créditos: Reprodução/Facebook
Com suas composições, o Poeta da Vila ajudou a fazer com que o samba virasse sinônimo de música brasileira, por isso foi lembrado pela Unidos de Vila Isabel, em 2010 | Créditos: Reprodução/Facebook

 

Olha a MPB aí gente. Ídolos que foram homenageados no Carnaval

Sem mais artigos