A overdose de Blake Fielder-Civil, ex-marido de Amy Winehouse, pode ter sido provocada por um colapso emocional após Blake ter lido mensagens antigas da cantora, morta em julho do ano passado.

Blake foi encontrado na última quinta-feira (9) de manhã pela atual namorada, Sarah Aspin, com quem tem um filho de 1 ano e 3 meses. Ele estava sufocado no próprio vômito, após consumo excessivo de bebidas alcoólicas e heroína no dia anterior.

O ex de Amy segue em coma induzido em um hospital de Londres, e pode ter sequelas irreversíveis. A previsão é que Blake seja acordado apenas na próxima quinta-feira (16).

Neste domingo (12), a mãe de Blake, Georgette, revelou ao jornal The Sun que o filho recentemente encontrou um celular velho, que não usava desde que foi condenado à prisão, há cerca de um ano.

No aparelho, Blake encontrou mensagens de Amy que nunca tinha lido, o que teria motivado os excessos.

“Ele não tinha o telefone na prisão, e só foi ler as mensagens quando foi solto [há duas semanas]”, contou. Em uma das mensagens, Amy aceitava o convite para ser madrinha do filho de Blake, Jack.

“O luto por Amy recomeçou. Meu medo é que ele tenha tentado se matar”, lamentou a mãe.

Segundo Georgette, no dia antes de ser internado, Blake confessou a Sarah que sentia falta de Amy. 

“Ele disse [a Sarah] que sentia muita falta de Amy”, revelou. Georgette ainda mostrou preocupação com os vícios do filho. “Da próxima vez, ele não sobreviverá, não há dúvidas”, desabafou.

Sem mais artigos