Mais uma história bizarra sobre Ozzy Osbourne: certa vez o músico encharcou o quatro de um hotel com sangue de um tubarão morto. Tony Iommi, guitarrista do Black Sabbath, revelou que no auge da banda o vocalista resolveu “ficar doidão” com um tubarão morto porque as drogas não faziam mais efeito.

“Com as drogas estávamos ficando entediados, então você deve tentar fazer alguma outra coisa. Certa vez Ozzy carregou um tubarão morto pela janela, o desmembrou e espalhou seu sangue por todo o quarto”.

LEIA MAIS: Black Sabbath posta data misteriosa em site oficial e anuncia entrevista coletiva

“Há uma grande possibilidade do Black Sabbath voltar”, diz Ozzy Osbourne

O guitarrista de 63 anos – que recentemente lançou uma autobiografia intitulada Iron Man: Minha jornada pelo céu e o inferno com o Black Sabbath, onde conta detalhes sobre sua vida com a banda – também revelou que as drogas causaram muitos problemas em sua vida, mas que conseguiu ficar sóbrio sem precisar de rehab.

“Tive problemas em gerenciar minha vida. Eu me casei quatro vezes, fui um péssimo marido. Um dia comecei a achar que não era mais uma boa pessoa e parei com as drogas. Eu não precisei de reabilitação, agora moro em uma chácara com cachorros e galinhas. Tudo o que eu quero é trabalhar, estou me dedicando ao trabalho”, completou em entrevista ao jornal New York Post.

Tony ainda mantém contato com Ozzy e afirma que são bons amigos. “Eu falo com ele quase todos os dias. Eu o amo, apesar de sua atenção não durar mais de que três segundos”, brincou.

O episódio com o tubarão não foi a única vez em que o vocalista do Black Sabbath se envolveu em incidentes com animais. Em janeiro de 1982, ele arrancou a cabeça de um morcego com uma mordida durante uma apresentação da banda em Iowa, nos Estados Unidos.





Sem mais artigos