O ex-Beatle Paul McCartney deixou o Japão após se recuperar de uma infecção virótica que o obrigou a cancelar cinco shows da tour mundial, informou nesta terça-feira (27) sua produtora.

A condição física do artista britânico “melhorou durante ontem após receber tratamento médico e já era suficientemente segura para tomar um voo”, divulgou a companhia organizadora da parte japonesa da tour, “Kyodo” Tóquio.

McCartney tomou um voo na tarde da segunda-feira, segundo a promotora, que não deu detalhes sobre o destino do ex-Beatle.

Ele chegou a Tóquio no último dia 15 para três shows na capital japonesa e outro na cidade de Osaka, todos eles com bilheteria esgotada.

Mas o músico de 71 anos sofreu uma infecção virótica que o obrigou a cancelar estas quatro apresentações e outra que aconteceria amanhã em Seul, todos os shows na Ásia da “tour” internacional Out There.

O artista e os organizadores voltaram a pedir desculpas a todos os fãs “que esperavam pelos shows” e afirmaram que “consultarão” a possibilidade de organizar outros em breve no Japão e na Coreia do Sul.

Embora os médicos que trataram McCartney consideraram que seu estado de saúde tinha melhorado o suficiente para sair do estado de repouso total e deixar Japão, recomendaram tirar mais alguns dias de descanso, segundo os organizadores.

170 entradas tinham sido vendidas para as quatro apresentações no Japão, algumas que chegaram a custar 100 mil ienes (US$ 981), segundo a imprensa japonesa.

A turnê deve ser retomada em 14 de junho nos Estados Unidos, no condado texano de Lubbock. Depois ele tem outros 18 shows nos Estados Unidos, que fecham a tour.

Sem mais artigos