Pharrell Williams nunca escondeu de ninguém a pretensão de que seu novo álbum, G I R L, seja uma homenagem as mulheres. “A ideia de que nós, como espécie, viajamos até a lua e voltamos em 1969, temos estações espaciais pairando ao redor do planeta por talvez vinte anos e elas não tocaram na Terra, e temos um pirata na superfície de Marte, e ainda somos a mesma espécie que tem legislações em lugares em que as mulheres não podem… Onde dizem para elas o que elas podem ou não fazer com seus próprios corpos”, ele disse de acordo com o site WENN.

Ele espera que o seu álbum seja uma maneira de iniciar o debate sobre o empoderamento da mulher. “Meu álbum não é um resolvedor de problemas”, ele admitiu. “Não é a solução… Eu apenas quero começar uim debate”.

Assista ao clipe de Marilyn Monroe:

Sem mais artigos