Pharrell Williams acha que nunca será tão bem sucedido como Jay-Z e admite que estava “iludido” ao pensar que poderia competir com ele. O autor de Happy pensou que poderia competir com o rapper quando começou a lançar material solo, mas admite, agora, que estava errado e que estava tentando ser alguém que não era quando gravou o seu álbum In My Mind, em 2006.

Em entrevista à revista The Guardian: Weekend, Williams revelou: “Foi na minha mente, mas não no meu coração. Foi a caricatura que tinha construído na minha mente, que combinava com o que o Snoop e o Jay estavam fazendo. Algumas das coisas que eu disse nesse álbum não eram necessárias. Não diz nada sobre mim”.

Ele continuou: “Eu pensei que era uma pessoa competitiva na indústria da música, que admirava os meus colegas, e senti que necessitava competir nas corridas que eles criavam. Isso foi muito errado”. 

Pharrell, cujo segundo álbum solo, G I R L, atingiu o primeiro lugar das tabelas de álbuns em vários países, admite: “O Jay nunca iria concorrer com qualquer um de nós”, explicando de seguida: “Essa foi apenas a minha ilusão. Porque a sua carreira gira ao redor das pessoas. E ele gira ao redor das pessoas, liricamente. Ele é um filósofo e um poeta”.

A estrela de 40 anos de idade sente-se mais confortável com quem é nos dias de hoje e insiste que não está interessado em viver um estilo de vida ‘festivo’.

Sem mais artigos