Amy Winehouse

Reprodução/Facebook Amy Winehouse

Onde você estava no dia que Amy Winehouse morreu? Se você tem a resposta na ponta da língua, isso indica que ela era como uma pessoa próxima. É assim que a gente lembra da eterna diva e do fatídico 23 de julho de 2011, dia em que a música mergulhou no luto.

Amy Winehouse

 

Como ocorreu com tantos ídolos, Amy Jade Winehouse era uma pessoa emocionalmente frágil. Mesmo com toda a grana que ganhou para ela e para terceiros, na intimidade ela era uma garota judia que gostava de cozinhar para os amigos, curtia música dos anos 50 e 60 e sofria romanticamente por causa de boys lixos.

Tô bem assim?

Reprodução/Tumblr Tô bem assim?

Seus fãs, no entanto, a idolatravam com fervor religioso e, após sua morte, passaram a adorá-la ainda mais.

Desde que Amy se foi, ela tem sido insubstituível

Reprodução/Tumblr Desde que Amy se foi, ela tem sido insubstituível

Com suas roupas e sonoridades vintage, cabelo beehive (colmeia) e as tatuagens, Amy é ainda hoje um ícone de moda e estilo. Ela resgatou referências que estavam no limbo ou perto disso, como o jazz de Frank Sinatra, Dinah Washington e Ella Fitzgerald, os conjuntos vocais femininos como The Ronettes,  The Supremes, Martha & the Vandellas e The Crystals.

Mais: jogou luz sobre astros da Stax Records como Otis Redding e Booker T. & the M.G.’s, e ainda ídolos como Marvin Gaye, The Specials, Ray Charles, Donny Hathaway, The Shirelles, The Zutons, Salt-n-Pepa, TLC e Sam Cooke.

Espelho meu, espelho meu, existe alguém mais diva do que Amy Winehouse?

Reprodução/Tumblr Espelho meu, espelho meu, existe alguém mais diva do que Amy Winehouse?

Indiretamente, ao gravar com os Dap-Kings, ela pavimentou caminho para que Sharon Jones voltasse a reinar e para que Charles Bradley pudesse desfrutar do estrelado na terceira idade.

Os milagres de Amy –  quem diria, a diabinha virou santa –  seguem em curso. O produtor dela Mark Ronson chegou este ano ao topo das paradas com Uptown Funk, um som da pesada que provou mais uma vez que o pop não é sinônimo de música ruim. Ave, Amy.

A gente te ama pra sempre Amy, obrigado por ter existido

Reprodução/Tumblr A gente te ama pra sempre, Amy, obrigado por ter existido

Veja em nossa galeria dez motivos que fazem com que Amy seja a última grande coisa surgida na música mundial.

Sem mais artigos