Os filhos de Michael Jackson, Paris e Prince, teriam comunicado a avó, Katherine, que não pretendem mais bater de porta em porta pregando a palavra de Deus, segundo norma das Testemunhas de Jeová. 

“Paris disse que simplesmente não queria mais fazer isso. Ela sente que cresceu e agora tem seus próprios sonhos e objetivos. Quer continuar a carreira de atriz, adora tocar guitarra e gostaria de ter a oportunidade de seguir os passos do pai na música pop”, revelou uma fonte ao site Radar Online.

Michael também foi batizado na religião, frequentava regularmente as reuniões e pregava pessoalmente, mesmo após o estrondoso sucesso, usando disfarces nas ruas para não ser reconhecido. Acabou se afastando da religião, pois era frequentemente repreendido por sua postura no palco e nos videoclipes.

Sem mais artigos