Está confirmado que Lance Bass, da “boy band” ‘N Sync, vai fazer a viagem espacial em outubro, apesar de uma fonte russa ter dito que o atraso de um pagamento teria posto sua participação em dúvida, anunciou na quinta-feira o principal patrocinador da empreitada de Bass.

O produtor de Hollywood David Krieff, responsável pelo patrocínio financeiro da aventura espacial do artista, disse que executivos e advogados da agência espacial russa foram a Los Angeles na semana passada e ficaram oito dias discutindo e fechando um acordo de 400 páginas com os representantes de Bass.

Krieff afirmou que Bass, 23 anos, vai decolar no próximo 28 de outubro do centro espacial de Baikonur, no Cazaquistão, com dois cosmonautas, numa missão de oito dias do “táxi espacial” Soyuz para reabastecer a Estação Espacial Internacional (EEI).

Ele desmentiu as observações feitas no dia anterior por um porta-voz da agência russa, a Rosaviakosmos, segundo a qual ela poderia tirar Bass da missão porque ele não teria cumprido um dos prazos previstos para pagamento.

Lance Bass espera seguir o caminho dos dois primeiros turistas espaciais do mundo: o empresário norte-americano Dennis Tito e o milionário sul-africano Mark Shuttleworth. O preço de seu passeio em órbita seria 20 milhões de dólares.

Presidente da Destiny Productions, de Los Angeles, David Krieff pretende criar uma minissérie de TV em torno da aventura do cantor e disse que conseguiu seis patrocinadores norte-americanos que, juntos, teriam se disposto a desembolsar cerca de 22 milhões de dólares.

Além disso, afirmou o fechamento de um acordo com uma rede de TV dos Estados Unidos, que não quis identificar, e fez acordos de patrocínio com 40 países.

Lance Bass está treinando e estudando russo no centro de cosmonautas de Star City, perto de Moscou, informou Krieff. Mais tarde neste mês, ele deve ser transferido para o Centro Espacial Johnson, da Nasa, em Houston, para receber mais treinamento.

Sem mais artigos