Lady Gaga

Divulgação Lady Gaga

Quando Rihanna lançou Anti, após longa espera, alguns fãs reclamaram da falta de “farofa”, música dance ultracomercial, com forte apelo para reverberar em rádios e boates com igual potência. Quem agora parece que vai seguir o mesmo caminho é Lady Gaga.

Pelo menos é o que indica uma declaração dada por Mark Ronson, um dos produtores do quinto álbum de estúdio da popstar. Ele disse, em entrevista a Charlie Rose, relatada pelo  PopJustice, que Mãe Monstro deve se aventurar por novos caminhos musicais no novo trabalho.

“Todo mundo já viu os singles de pop de sucesso, as turnês e os números de dança dela, então é ótimo fazer esse álbum tão honesto, autêntico e análogo”, afirmou o produtor que ficou conhecido após Back To Black, de Amy Winehouse, em que ele assina a produção, ter explodido.

O quinto álbum de Gaga também terá produções também de Nile Rodgers, guitarrista da icônica banda da era disco Chic. RedOne e Fernando Garibay, antigos parceiros de Gaga, são a esperança de que os fãs da farofa da Mãe Monstro não fiquem frustrados.

Sem mais artigos