O empresário João Araújo, um dos grandes produtores musicais do país e pai de Cazuza, morreu neste sábado (30) aos 78 anos, informou sua família.

O produtor foi casado durante 56 anos com Lucinha Araújo e é o responsável pela edição de alguns dos primeiros discos de Caetano Veloso e Djavan. Também foi ele quem apostou em Xuxa como cantora nos anos 80.

Como produtor musical e diretor da gravadora Som Livre por 40 anos, foi ainda responsável pela edição do primeiro disco do Barão Vermelho, apesar de relutar em admitir o talento do filho. Algum tempo depois, acabou se rendendo ao ver o sucesso de seus discos e de sua peculiar poesia.

Em novembro de 2007, seu trabalho em favor da difusão da cultura brasileira lhe rendeu um prêmio Grammy Latino na categoria de produtor musical.

Conforme informaram seus familiares, João Araújo morreu na sua casa no Rio de Janeiro, vítima de uma parada cardíaca. O executivo se recuperava de uma queda na qual fraturou o fêmur, há três semanas.

Sem mais artigos