Yasiin Bey, antes conhecido como Mos Def, cancelou a sua turnê pelos Estados Unidos por ter tido sua permissão de entrada negada pelo seu país de origem. O rapper e ator, nascido no Brooklyn, hoje mora na África do Sul. 

A história surgiu após uma declaração postada no site do Boston Together Music Festival ter sido noticiada pelo jornal londrino The Guardian. “Não se sabe ao certo o que ocorreu com Bey. Mas em anos recentesm ele tem aumentado suas críticas à política americana”, escreveu o Daily News, de Nova York, que lembrou o vídeo que o rapper fez denunciando as alimentações forçadas em Guantánamo.

Em março, Bey disse à Rolling Stone que ele havia encontrado a paz na África do Sul e que não podia mais se identificar com o país que um dia foi sua casa. “Morei no Brooklyn 33 anos da minha vida. Achei que ia morrer naquele lugar”, disse à revista.

Em seguida, ele adicionou: “Cerca de sete anos atrás, eu estava tipo, tenho que ir, tenho que ir. É muito difícil sair. E eu morei em vários lugares, América Central, América do Norte, Europa, por um tempo. E cheguei em Cidade do Cabo em 2009 e foi como, sei que tem uma vibe legal. E, sabe, eu pensei sobre esse lugar desde o momento em que eu parti e foi como se eu estivesse voltando”, contou.

“Para um cara como eu, que teve cinco ou seis gerações apenas nos EUA, em uma cidade só, as coisas não podem estar tão boas nos EUA”, afirmou.

Sem mais artigos